Tweet about this on Twitter Pin on Pinterest Share on Facebook

Brincadeira com babá termina em tragédia — e a história continua a emocionar milhões de pessoas

A italiana Lory del Santo era a mãe orgulhosa de Conor, de 4 anos de idade. Mas, quando ainda estavam criando aquele vínculo eterno mãe-filho, tudo mudou da maneira mais trágica possível.

Esta história pode ser familiar para alguns de vocês, mas nunca deixa de me fazer chorar quando a leio.

 

Em 1985, Lory del Santo conheceu um homem encantador, um inglês. Eles imediatamente se apaixonaram e logo começaram um relacionamento. Ele era um músico famoso e no auge de sua carreira.

Alguns meses depois, Lory descobriu que estava grávida. Ela estava muito feliz e esperava que seu namorado estivesse também.

Com plena confiança de que eles compartilhariam um futuro juntos, ela lhe deu a grande notícia. Mas a reação dele não foi o que ela esperava. Ele disse que não estava pronto para crianças, para ser pai, e os dois acabaram se separando. Ele precisava de tempo para resolver sua própria vida primeiro.

Depois de algum tempo, as coisas mudaram. Ele decidiu que estava pronto e voltou para Lory. Eles eram mais uma vez casal quando Conor nasceu em agosto de 1986.

Tempos felizes se seguiram ao nascimento de Conor. A família vivia feliz na Inglaterra e desfrutava de uma vida maravilhosa. Por algum tempo.

Mais tarde, novos problemas. O pai ainda não tinha a certeza de que realmente amava seu filho. Ele não sabia como se comportar com ele – e estava assustado e inseguro. E começou a beber.

Então, percebeu que precisava mudar a vida e deu entrada em um centro de reabilitação.

Lory e o pai novamente escolheram fazer uma pausa, mas continuavam em contato. Ela e pequeno Conor se mudaram para a Itália, onde o pai os visitava ocasionalmente.

Conor era um garoto brincalhão e feliz, que gostava de ouvir a música de seu pai.

Em 19 de março de 1991, o pai decidiu que ra hora de realmente mudar de vida. Foi uma data muito especial: ele e Conor teriam seu primeiro dia completo como pai-filho. Eles foram ao circo em Nova York e passaram um tempo maravilhoso juntos.

O pai queria passar o maior tempo possível com o filho, então combinaram de ir ao zoológico no dia seguinte. Conor estava tão excitado que dificilmente conseguiu dormir a noite.

Na época, Conor e sua mãe estavam vivendo em um arranha-céus em Nova York. Na manhã seguinte à ida ao circo, Conor estava brincando de pique esconde no apartamento com a babá, esperando que o pai acordasse.

Enquanto isso, um zelador limpava as grandes janelas de vidro do apartamento. Estas sempre estavam fechadas por razões de segurança. Naquele dia, no entanto, uma delas estava aberta, com o limpador de janelas fazendo seu trabalho.

Foi então que o impensável aconteceu: quando Conor tentou se esconder de sua babá, correu direto para a janela aberta. Ele acreditava que o vidro estava, como sempre, fechado, e planejava se esconder atrás da cortina.

A tragédia tomou seu curso fatídico. O jovem Conor despencou 49 andares e caiu em cima de um prédio. Lory entrou na sala de estar quando ouviu os gritos da babá, mas era tarde. Ela desabou completamente quando percebeu o que acontecera. Minutos depois, o pai chegou… para pegar o filho. Mas Conor estava morto.

O pai desta história é o artista e guitarrista Eric Clapton. Uma maneira que ele tentou controlar a sua dor foi escrevendo uma música, que você já ouviu falar…

…“Tears in Heaven”. Eu nunca deixo de chorar quando ouço essa música. Mas também é um lembrete valioso para aproveitar todos os dias. Por favor, compartilhe esta história dolorosa para lembrar a todos para que façam o mesmo.

Publicado por Newsner. Por favor, curta.