Adolescente cego pede por anuário em Braille – anos mais tarde ele se impressiona com presente especial da escola inteira

Adolescente cego pede por anuário em Braille – anos mais tarde ele se impressiona com presente especial da escola inteira

Receber um anuário é um momento especial para estudantes. É um tempo em que eles podem fazer a retrospectiva do ano e lembrar dos divertidos eventos da escola com seus colegas.

Para o estudante RJ Sampson, ele nunca pôde ler ou aproveitar um anuário já que ele tem uma deficiência visual.

Mas este ano, os estudantes e professores decidiram fazer algo especial para o estudante do segundo grau na escola do estado norte-americano do Colorado.

9News.com

RJ frequentar a escola, mas já que ele é deficiente visual, ele nunca pôde ler ou aproveitar seus anuários.

No último dia de seu primeiro ano, RJ perguntou a seu professor, “Quando vocês vão fazer um anuário em braile?”

Anuários já são uma grande tarefa e sua professora, Leslie Thompson, pensou que seria uma grande ideia, mas não achava que seria possível.

Quatro anos mais tarde, e seus professores finalmente tornaram seu desejo uma realidade.

99.9 KEKB

“É, eu estou nervosa”, disse Laurel Ainsworth, a editora chefe encarregada do anuário, na manhã da apresentação.

“Meu estômago não dói nem nada – está tudo na minha cabeça. Eu espero que tenhamos coberto tudo para que eles possam olhar 20 anos mais tarde e nós fizemos direito”, ela adicionou.

Leslie, a equipe de visão, e o comitê do anuário passaram mais de 1.500 horas no anuário especial de RJ – e ele não tem ideia.

Quando um RJ emocional foi presenteado com o livro ele disse: “Isso significa muito para mim.”

Ele adicionou, “É totalmente impressionante que os estudantes e a equipe se esforçaram tanto para fazer um para mim.”

Pode ter demorado vários anos, mas a equipe dessa escola deveria ficar orgulhosa de ter conseguido um feito tão impressionante.

Por favor compartilhem para homenagear a maravilhosa comunidade nessa escola e talvez inspirar outros a fazer algo especial para os estudantes que nem sempre se sentem incluídos.