Avó se desespera quando neta desaparece – então a polícia percebe que uma porta está trancada

Segurança e amor – estas são duas coisas muito importantes que os pais devem dar aos seus filhos. E na maioria das vezes, isso é um instinto natural.

Não há nada pior para um pai ou mãe do que se o filho se machucasse, estivesse com dor ou desaparecesse.

É por isso que é tão estranho quando alguns pais parecem se importar tão pouco.

Infelizmente, este foi o caso de Angel, de 5 anos de idade. Felizmente, ela tinha uma avó amável que impediu que as coisas piorassem. Tudo começou com um telefonema para a polícia. Preocupada, a avó Linda Benskey sentiu que algo estava muito errado.

Linda, da Carolina do Norte, EUA, não via a neta há meses. Ela começou a se preocupar.

Ela finalmente decidiu pegar o telefone e ligar para o 911. A polícia prontamente foi até o pai da criança e a casa de sua parceira, onde Angel era registrada como moradora.

No início, a avó preocupada estava simplesmente interessada em fazer um teste de rotina, só para ter certeza de que sua neta estava bem.

Posted by Linda Benskey on Monday, 22 January 2018

Depois de procurar na casa, os policiais descobriram a menina de 5 anos de idade trancada em um pequeno armário sob as escadas. Ela estava suja, queimada e tinha hematomas e marcas de espancamentos.

A assistente social Tracey Harrell, que anteriormente tivera contato com Angel, foi contratada pela polícia para ajudar no caso.

“Suas pequenas mãos tremiam. Seu cabelo estava parcialmente raspado, e o que não estava raspado pareciam manchas em sua cabeça ”, disse ela à Fox 59, acrescentando que ela tinha hematomas no pescoço.

Era quase impossível reconhecer a doce garotinha loira de brilhantes olhos azuis.

Os policiais não sabiam ao certo quanto tempo a garota ficara trancada no armário. Quando perguntaram a Angel quando comera pela última vez, ela respondeu: “Eu não sei”.

Levar Tracey na operação provou ser uma boa jogada da polícia. Ela imediatamente abraçou Angel quando foi levada para fora.

“Ela me agarrou e colocou os braços em volta de mim. Quando eu a pus no chão ela continuou dizendo “Por favor, não me deixe, por favor, não me deixe”, disse Tracy.

Segundo a CBS, a criança havia retornado para a guarda de seu pai na primavera de 2017.

O pai e a parceira foram acusados ​​de abuso infantil e posse ilegal de armas.

Enquanto isso, o irmão de Linda, sua esposa e a mãe biológica de Angel estão trabalhando para obter a custódia da jovem.

Fotos: YouTube

Essa história poderia ter um final muito mais sombrio. Graças às ações de Linda, Angel conseguiu escapar do sofrimento. Fico tão triste ver como alguns pais tratam seus filhos. Por favor, compartilhe esta história para aumentar a conscientização sobre todas as crianças indefesas que estão por aí.