Garoto nasceu sem braços e sem pernas – veja agora ele dar seus primeiros passos

Uma criança de quatro anos conseguir andar é algo comum. Mas quando Camden, hoje com 4 anos, nasceu, ele não tinha nem braços, nem pernas.

Apesar disso, ele não deixou nada ficar em seu caminho, e agora ele conseguiu algo que todos consideravam impossível.

 

Quando a mãe de Camden, Whiddon, estava com 18 semanas de gravidez, fez uma ultrassonografia que mudaria sua vida para sempre. O exame mostrou que a criança que carregava em sua barriga não tinha nem braços, nem pernas.

“Quando eu descobri que ele não teria braços ou pernas, eu logo pensei que ele seria como um vegetal… eu não fazia ideia do que esperar”, disse Whiddon à People.

Porém, Camden logo provaria que ele era um pequeno garoto mais forte e mais bravo do que qualquer um poderia imaginar. Quando ele tinha apenas dois meses de vida, sua mãe percebeu que ele era especial.

“Quando ele tinha por volta dos dois meses de idade, eu o vi pelo canto do olho e ele estava batendo nos brinquedos com os seus braços. Eu comecei a chorar, estava muito feliz por confirmar que ele era apto a fazer coisas”, explica Whiddon.

Desde aquele dia, Camden não parou de maravilhar seus pais. Agora, aos quatro anos de idade, ele finalmente dá seus primeiros passos.

Quando Cole, o pai de Camden, parou à sua frente e o encorajou, ele andou por si mesmo pela primeira vez.

“Eu estou indo até você, eu estou andando!” Camden riu e andou até seu pai.

Quando ele alcançou o pai, toda a família explodiu de alegria. Aquele momento mágico provou que Camden está apto a fazer o que quiser, ainda que ele aparente ser um pouco diferente dos outros.

“Nós começamos a chorar, estávamos tão orgulhosos!”, disse Whiddon.

A inacreditável vitória de Camden foi filmada e postada no Facebook. O vídeo já foi visto milhares de vezes e pessoas do mundo todo estão celebrando o êxito de Camden.

Curta e compartilhe essa história com seus amigos para parabenizar o pequeno Camden!

Publicado por Newsner. Por favor, curta.