Tweet about this on Twitter Pin on Pinterest Share on Facebook

Conheça Sasha, o pitbull minúsculo que escolheu viver – mesmo contra todas as probabilidades

Nem todos os animais nascem com as mesmas habilidades ou personalidades ao nascer – alguns têm coragem, por exemplo, desde o início.

Sempre tive dificuldade em conter as lágrimas ao ler sobre animais que desafiaram as probabilidades e recusaram-se a desistir, mesmo quando sua situação parecia irreversível.

Esta incrível história sobre um pequeno filhote de pit bull chamado Sasha não é exceção. Leia. O espírito de luta desse filhote certamente irá capturar seu coração.

Sasha, o pitbull, nasceu em setembro e tem lutado por sua vida desde o primeiro dia.

Sasha nasceu com uma fissura palatina, uma condição que deixa o lábio superior dividido em dois. Como resultado, ela nunca foi capaz de amamentar.

Para obter Sasha a ajuda de que precisava, seu dono contatou a SNARR Animal Rescue Northeast, que ajuda cachorros com necessidades especiais.

“Ele a trouxe para minha casa e era tão pequena e frágil”, disse Courtney Bellew da SNARR ao The Dodo.

Courtney, que já encontrou cachorros com problemas semelhantes antes, percebeu imediatamente que a Sasha deveria ser alimentada com uma mamadeira.

E para dar a Sasha uma chance de sobrevivência, ela contatou uma enfermeira chamada Marie DeMacro.

Marie, que já tomou conta de animais recém-nascidos vulneráveis ​​antes, prometeu fazer o melhor para salvar Sasha. Mas ela e Courtney entenderam que a situação era terrível.

Na verdade, a condição de Sasha era apenas o começo de seus problemas de saúde.

O cachorrinho, que pesava apenas 310 gramas tinha a cabeça desproporcionalmente grande em comparação com o corpo. Ela tinha hidrocefalia, o que fazia o cérebro de Sasha ter apenas um terço do tamanho dos de seus irmãos.

Infelizmente, os problemas da Sasha não paravam por aí. Ela tinha problemas nas articulações e também desenvolveu uma série de infecções que, entre outras coisas, afetaram sua respiração.

Mas, quando a situação de Sasha pareceu ser a sua mais sombria, ela surpreendeu a todos… não desistindo.

“Ela tem uma vontade e determinação incríveis”, disse Marie.

Três meses depois, Sasha continua a lutar. Ela não é grande o suficiente para se submeter a uma cirurgia, o que a ajudaria a comer sozinha e ao seu corpo a crescer em proporção a cabeça dela.

Embora Sasha seja um pouco mais lenta do que outros cachorros, ela parece feliz. E acima de tudo, está claro que ela recebe muito amor tanto de seu cuidador quanto dos outros animais do local.

Marie alimenta Sasha a cada 3-4 horas durante o dia e a cada cinco horas durante noite para que possa dormir.

A fim de manter Sasha quente, Marie a veste com suéteres, o que o filhote não parece se importar.

Mas é claro que todo o esforço é apreciado. Toda vez que Maria alimenta Sasha, o cachorrinho mostra sua gratidão, retribuindo com amor e carinho.

“Quando eu a seguro e a beijo ela lambe o nariz”, diz DeMarco.

Até agora, é difícil dizer qual será o futuro de Sasha, mas Marie tem esperança de que um dia ela seja uma cão adulto e saudável.

Ver a adorável pitbull continuar a lutar todos os dias, apesar das poucas chances na vida, faz com que todo o esforço valha a pena, diz Marie.

Marie chama Sasha de seu cachorrinho milagroso, e não é difícil entender o porquê. Compartilhe se você concorda!

Publicado por Bíblia dos Animais. Por favor, curta.