Tweet about this on Twitter Pin on Pinterest Share on Facebook

Filhotinha doente não tem amigos – até que um burro decide adotá-la

A amizade vem em todas as formas e tamanhos.

Este foi certamente o caso de uma filhotinha de pastor de um ano, chamada Kolima, que nasceu com uma doença da medula espinhal. Nenhum dos outros cachorros queria brincar com ela porque tinha dificuldade em andar e se mover.

Mas, sua deficiência a ajudou a encontrar seu melhor amigo – um burro chamado Paolo.

Kolima nasceu com a síndrome de Wobblers, uma doença neurológica que faz com que ela cambaleie quando caminha ficando difícil se movimentar. Isso significa que ela não pode correr e brincar como outros cães e, por isso, vive solitária e isolada.

Embora Kolima seja gentil, adorável e brincalhona como qualquer outro filhote, os outros cães não queriam brincar com ela. Mas, um outro, um tanto inesperado, animal na fazenda notou o cachorrinho solitário.

Melhores amigos

Um burro de seis anos chamado Paolo decidiu que ele gostava de Kolima. Em Paolo, o cão com deficiência encontrou um verdadeiro amigo. Paolo cuida da cadela e eles passam o maior tempo possível juntos.

“A única hora do dia em que Kolima encontra energia para se levantar e brincar é quando está com Paolo”, diz Felic Caputo, dono de Kolima, e continua:

“Eu pensei que tinha adotado um cachorrinho, mas todos os dias eu lembro a ela que foi adotada pelo meu burro”.

A amizade realmente vem em todas as formas e tamanhos – mas no final, nossas diferenças não são importantes. Por mais que sejamos diferentes, a amizade sempre existe para nos unir.

Assista ao vídeo abaixo para ver Paolo e Kolima brincar juntos. É uma amizade maravilhosa e verdadeira!

Kolima e Paolo são prova de que a verdadeira amizade é encontrada nos lugares mais inesperados. Compartilhe se você concorda.

Publicado por Bíblia dos Animais. Por favor, curta.