Dois meninos brincam na calçada: em seguida, o pai vê um homem atrás deles

O Natal é aquela época do ano que tende a ser muito emotiva, com compaixão e ofertas comunitárias.

Quando Daniel Medina, de Milwaukee, Wisconsin, avistou algo estranho numa noite, sentiu-se compelido a compartilhar o incidente no Facebook – e sua história se tornou viral desde então.

Daniel Medina e seus dois filhos, de 6 e 10 anos, estavam andando de carro um dia quando seus meninos de repente pediram que ele parasse.

Daniel ficou confuso. Estava muito frio e escuro. O que eles poderiam querer?

Então Daniel avistou um homem na calçada.

Posted by Daniel Medina on Thursday, 28 August 2014

Ficou claro que os garotos o tinham visto também. O homem estava em cadeira de rodas … tentando remover a neve da calçada.

Qualquer um sabe o quão difícil, tedioso e exaustivo isso pode ser. Agora imagine fazer isso em uma cadeira de rodas. O homem certamente parecia estar lutando enquanto tentava remover pesadas pilhas de neve.

Os meninos de Daniel, com apenas 6 e 10 anos, tiveram o instinto imediato de ajudar – inteiramente por iniciativa própria. E logo todos pegaram pás e ajudaram o homem na cadeira de rodas.

Proud dad moment we're driving down s60th st near Morgan and my two sons aged 10 and 6 asked me to pull over because they just seen a guy in a wheel chair trying to shovel his corner lot and they wanted to help

Posted by Daniel Medina on Sunday, 11 December 2016

Daniel não poderia estar mais orgulhoso. Apesar do cansaço e da temperatura congelante, eles insistiram em ajudar o estranho na rua.

Eles sabiam o quanto mais rápido e mais fácil seria se lhe dessem uma mão extra, e assim fizeram… ​​até que o trabalho estivesse terminado!

Não é todo mundo que tem o reflexo de ajudar as pessoas necessitadas, mas esses garotos não hesitaram em oferecer ajuda.

Mais tarde Daniel descreveu o acontecido no Facebook, e seu post recebeu dezenas de milhares de reações e homenagens aos jovens rapazes.

Muitas pessoas têm uma imagem de que os jovens de hoje são mimados e egocêntricos, e talvez seja por isso que essa história se espalhou rapidamente na Internet.

Esta história certamente reacendeu minha esperança na humanidade – compartilhe também para prestar homenagem ao maravilhoso ato de compaixão desses rapazes!