Tweet about this on Twitter Pin on Pinterest Share on Facebook

A mãe visita túmulo do filho de quatro anos e fica estarrecida com o que encontra

Nenhum pai deveria ter que enterrar seu filho. Não tenho ideia de como alguém pode superar isso.

Quando você perde um ente querido, ser capaz de criar um tributo adequado para eles onde você pode celebrar suas vidas é pelo menos um pequeno conforto.

Foi o que uma mãe, Jo Corbett-Weeks, pensou quando finalmente conseguiu o que considerava a lápide perfeita para seu filho.

Porém, quando voltou a visitar o túmulo três dias depois, a lápide tinha desaparecido.

Max Corbett-Gardener faleceu com apenas quatro anos devido a complicações da epilepsia.

Sua mãe passou um bom tempo procurando a lápide ideal para comemorar a vida de seu filho. Depois de economizar US$ 4.580, conseguiu comprar uma em forma de estrela, que ela instalou em um dia muito especial.

“Teria sido o sétimo aniversário de Max no domingo, e isso seria como um presente de aniversário”, disse Jo à BBC. “Eu escolhi uma pedra em forma de estrela porque queria algo adequado para Max – algo pessoal. Essa pedra era tão perfeita para meu garotinho”.

Reclamações

Para o horror de Jo, quando voltou a visitar o túmulo de Max três dias depois, a lápide tinha sido retirada.

“Eu não entendi nada do que estava acontecendo. Foi o pedreiro quem me disse que tinham lhe dado a ordem para tirar a lápide. Estou triste, angustiada e zangada. Já passamos por muita coisa para uma família. Eu poderia entender se o túmulo fosse de alguma maneira desagradável, mas não era”.

Ela relatou o incidente na Câmara Municipal de Malvern, a autoridade responsável pelo cemitério, apenas para descobrir que eles não iriam recolocar a lápide.

Jo optou por enterrar seu filho ao lado de outros parentes no cemitério, em vez da ala das crianças. Quando ela ergueu a lápide, o conselho municipal recebeu denúncias de outra família.

“Temos uma regra para formas em nosso cemitério”, disse o conselho em um comunicado. “Fomos contatados por pessoas que se opuseram ao formato de estrela. Foi uma decisão muito difícil de removê-lo, mas tivemos que tomá-la”.

Eles continuaram: “O pedreiro nessa situação não tinha permissão para colocar a pedra – ela não está de acordo com os túmulos nessa área. Ao não seguir o processo correto, ele causou considerável sofrimento às duas famílias”.

O conselho diz que agora estão trabalhando com a família para redesenhar a lápide de Max. Mas para Jo e sua família, a situação fez com que sua dor fosse renovada.

“A lápide significou muito para mim e para a família, mas agora estamos lutando para que ela seja colocada de volta. É uma situação horrível”.

Espero que esta família possa encontrar a paz em breve e que Max receba o memorial que ele merece.

Compartilhe esta história para fazer Max a ser lembrado.

Publicado pela Newsner. Por favor curta.