Médica perde a fala durante parto de gêmeos: então a mãe vê algo que considera um milagre

Quando minha mãe descobriu que ela estava grávida de mim, foi bem difícil para ela. Bem mais que na gravidez anterior.

O ultrassom revelou o porquê.

Na barriga da minha mãe eles descobriram não um bebê, mas dois.

Eu sei que minha mãe, como todas as mães de gêmeos, pensava ser incrivelmente difícil cuidar de dois bebês ao mesmo tempo, mas crescer com um irmão gêmeo é uma experiência fantástica.

Quando Sarah e Bill Thistlethwaite descobriram que estavam esperando gêmeos, ficaram radiantes.

Mas a alegria logo se misturou à preocupação quando os médicos descobriram que os bebês eram gêmeos monoamnióticos , o que significa que eles compartilhavam um saco amniótico – em vez de cada um ter o seu próprio – durante a gestação.

A gravidez trazia alguns riscos, mas apesar de Sarah, uma professora de matemática de Orrville, Ohio, passar 57 dias em repouso antes de tê-los por cesariana, os gêmeos tiveram poucos problemas médicos.

Jenna left, Jillian right

Posted by Sarah Thistlethwaite on Saturday, 7 June 2014

Sarah e Bill já tinham um filho e estavam tão animados em ter mais dois em suas vidas. Apenas alguns dias antes do Dia das Mães de 2014, finalmente chegou a hora de as meninas virem ao mundo.

Eles nasceram com 33 semanas e saudáveis. Mas, apenas alguns segundos após o parto, o quarto do hospital ficou em silêncio e o obstetra de Sarah, Melissa Mancuso, ficou engasgada, sem voz.

Posted by Sarah Thistlethwaite on Thursday, 6 November 2014

Ninguém podia acreditar quando viu as meninas de mãos dadas.

Bill and Sarah Thistlethwaite, were once told they might not be able to have children. But the Ohio couple recently…

Posted by Things That Matter on Saturday, 13 December 2014

“Meu coração simplesmente derreteu”, disse Sarah à revista People .

“Até meu marido ficou com lágrimas nos olhos – não sei se alguém na sala tinha os olhos secos.”

Timeout for a Caprisun!

Posted by Sarah Thistlethwaite on Sunday, 10 May 2015

Hoje, são duas garotinhas animadas que começaram a desenvolver suas próprias personalidades. Jillian é a atrevida, enquanto Jenna é mais retraída.

Mas uma coisa não mudou – elas ainda adoram dar as mãos e seu vínculo é ainda mais forte.

Sarah, que descreve suas meninas como “duas ervilhas em uma vagem”, disse que se uma estiver sem a outra, elas choram.

Compartilhe este artigo com seus amigos no Facebook para celebrar todas as grandes mães do mundo!

 

Leia mais sobre...