Menino de 8 anos luta pela vida após ter sido queimado em ataque – e precisa de todas as nossas orações

Bullying entre crianças não é novidade.

Desde sempre, as crianças estabelecem ordens de hierarquia à medida que chegam ao mundo. Como adultos, é nosso trabalho garantir que eles sejam ensinados do jeito certo e conscientizados de que o bullying não  é  aceitável de qualquer forma.

Mesmo assim, a grande maioria de nós já teve se deparou com um valentão em algum momento de nossas vidas. Às vezes, a crueldade extrapola limites que não há caminho de volta, e as conseqüências de suas ações merecem punição séria.

Uma criança na Ucrânia está lutando pela vida depois que os valentões jogaram combustível nele e o incendiaram. Agora, Kyrylo Yatsun, de 8 anos, precisa de todas as nossas orações.

De acordo com o Daily Mail , Kyrylo estava brincando em um pátio perto de seu prédio quando foi agredido por outros rapazes. A mãe do menino, Eugenia Yatsun, disse que os agressores não tinham qualquer motivação para atacar o filho, e o descreveu como “monstros”.

Os agressores derramaram gasolina na camiseta de Kyrylo e usaram um isqueiro para atear fogo. Kyrylo caiu gritando enquanto os meninos observavam e riam. Então fugiram da cena quando transeuntes correram para o lado de Kyrylo e rasgaram a camiseta queimada.

Shutterstock

Kyrylo foi levado às pressas para o Hospital Infantil Regional de Dnipro com ferimentos graves. Os médicos tiveram que fazer várias cirurgias para remover a pele danificada da cabeça, braços, tronco e quadris.

Artem Posunko, do Hospital Infantil Regional de Dnipro, disse: “O menino foi hospitalizado em uma condição grave, com queimaduras graves em 35% do corpo”.

As autoridades do hospital confirmaram que Kyrylo terá que passar por uma série de enxertos de pele para combater o número de queimaduras sofridas.

Crédito: Shutterstock (foto)

Os médicos também avisaram que o pequeno Kyrylo ainda permanece em estado crítico.

“Nós estamos fazendo todo o possível para mantê-lo vivo. Ele está consciente e pode falar, mas seus ferimentos são muito graves e sua condição ainda é uma ameaça a vida ”, afirmou o Dr. Posunko.

Eugenia, que está permanentemente do lado do filho, contou à imprensa local sobre o incidente: “Eu estava preparando o almoço em casa quando algumas crianças entraram e disseram que Kyrylo estava ferido. Corri para fora e vi meu filho caído no chão. A pele da barriga e das pernas estava muito queimada. Ele me disse que eles fizeram isso de propósito sem motivo. Eles não são crianças, são monstros. ”

Agressores presos

De acordo com o noticiário local, os responsáveis ​​pelo ataque foram presos. Os agressores alegam ter incendiado Kyrylo por acidente, embora a polícia ainda esteja trabalhando ativamente no caso.

Simplesmente não posso acreditar em algo assim. Isso está muito além de qualquer coisa que seja remotamente compreensível, muito menos razoável.

Estamos enviando todas as nossas orações na direção de Kyrylo Yatsun e desejamos a ele boa recuperação.

Compartilhe este artigo para mandar suas orações para esse corajoso menino.