Erika saca celular e tira foto quando percebe o que homem está fazendo com garotinha

As pessoas deveriam ter que tirar licença para se tornar um pai.

Embora a maioria cuide bem de seus filhos, há algumas pessoas que são uma exceção.

As imagens assustadoras abaixo foram captadas por uma mulher que estava fazendo compras em um Walmart no Texas – e milhares de pessoas ficaram furiosas com este pai nas fotos por tratar sua filha do jeito que ele fez.

Por sorte, uma mulher ousou falar.

Erika Burch estava fazendo compras em um Walmart em Cleveland, Texas, quando algo chamou sua atenção. Uma menina estava encostada em seu pai de uma maneira estranha.

Ela olhou mais perto e, para seu horror, viu que o pai estava com o cabelo da filha agarrado a mão e a puxava pela loja.

Isto ocorreu em setembro, e Erika disse à CBS que tinha notado a menina reclamando.

“Ela estava dizendo: ‘Por favor, pare. Você está me machucando. Por favor pare. Eu prometo que não vou fazer isso de novo. Por favor pare. Por favor, deixe ir’”, disse Erika.

Erika confrontou o pai e pediu que ele soltasse sua filha. Mas o homem respondeu que ela deveria se ocupar com a própria vida. Mas Erika se recusou a ficar de braços cruzados e, em vez disso, pegou sua câmera para ter provas do abuso.

Erika então relatou o homem à polícia de Cleveland.

Infelizmente, eles disseram que não poderiam fazer algo, que não havia evidência de maus tratos. A polícia observou que a menina não tinha lesões – e que o pai tem o direito de disciplinar sua filha desde que não a machucasse.

Erika sustentou que esta era uma maneira inaceitável de punir uma criança e publicou a imagem no Facebook, onde foi compartilhada milhares de vezes.

O que acabou chamando a atenção da mídia, o que finalmente levou a polícia a olhar mais de perto. Os serviços sociais também investigaram se o ato de puxar os cabelos era caso de abuso infantil.

Estou tão feliz que Erika levantou-se e relatou o pai à polícia! Agarrar uma criança pelos cabelos é definitivamente um abuso infantil.

Se você vir uma criança sendo abusada, não hesite em intervir. Por favor, compartilhe esta história para alertar de que isso realmente acontece e que deve ser interrompido!

Publicado pela Newsner. Por favor, curta.