Tweet about this on Twitter Pin on Pinterest Share on Facebook

Nickolas foi ferido enquanto dormia – agora família chama atenção para nova pegadinha mortal

Nickolas, de quinze anos, acordou no meio da noite, sentindo que seu pescoço estava em chamas. Estava ardendo. E na verdade, os amigos dele tinham é feito uma pegadinha de mau gosto.

“Eu só quero que eles me deixem em paz. Eles não são mais meus amigos mais e não vão ser novamente”, diz ele.

Agora, as pessoas estão alertando os outros sobre uma tendência mortal que está se espalhando pela internet. É o “Desafio da água quente”, que consiste em derramar água fervente em pessoas desavisadas.

 

Nickolas Conrad, de 15 anos de idade, foi vítima dessa nova insana tendência. Uma noite após Nickolas adormecer, seus amigos se afastaram e ferveram um pouco de água em um forno de microondas. E quando estava quente, derramaram sobre ele.

“Eu senti algo muito ruim no meu pescoço e quando eu acordei e comecei a gritar e a chorar. Foi a pior dor da minha vida”, disse Nickolas, de acordo com o jornal The Sun.

Mas não foi a única vez que os “amigos” de Nickolas o machucaram. Eles também já o tinham queimado com um isqueiro.

Nickolas não foi o único jovem que foi ferido por esta insanidade. Em agosto, uma menina de onze anos chamada Jamoneisha Merritt ficou com o rosto queimado quando seus amigos jogaram água fervente sobre ela.

Uma outra garota, de oito anos, na Flórida, morreu como resultado de outra versão do “Desafio de água quente”. Os primos da menina beberam água fervente através de um canudo. Ela fez, e alguns meses depois, estava morta.

Agora, a tia da menina, Diane Johnson, está tentando conscientizar a todos sobre o problema.

“Pais, falem com seus filhos sobre esses desafios. Não dê apenas o seu telefone e deixe-os ir. Observe o que eles estão fazendo”, disse Diane à CBS12.

Isso tem que parar imediatamente.

Por favor, compartilhe este artigo para que mais pais conversem com seus filhos e fiquem cientes do quanto isso é perigoso.

Publicado pelo Newsner. Por favor, curta.

 

Leia mais sobre...