Veterano do Dia D morre sem ninguém para carregar o caixão, mas jogadores de futebol chegam para ajudar

Não é preciso dizer que nossos veteranos merecem respeito e honra.

Tendo sacrificado tanto por nós, o mínimo que podemos fazer é prestar-lhes homenagens.

Infelizmente, com o tempo, eles podem ser esquecidos pela sociedade. É por isso que histórias como essa não nos fazem apenas sorrir … elas são um exemplo para todos seguirem.

Thomas Hunter serviu de 1942 a 1949 e participou do chamado do Dia D durante a Segunda Guerra Mundial.

Porém, Hunter nunca se casou quando voltou para casa; Nunca teve uma família. Ele tinha 11 irmãos, mas no momento em que faleceu, aos 93 anos, era o único vivo.

Os únicos membros sobreviventes da família eram algumas sobrinhas, e então, quando se tratou de planejar seu funeral, elas não tinham certeza de quem poderia carregar o caixão.

Bryan Price, agente funerário que estava organizando as formalidades necessárias, contatou o treinador de futebol local Lyn Bankston para ver se algum de seus jogadores estaria disposto a ajudar.

Bankston falou com Matthew Harrell, Brett Jurek, Justin Lawson, T.J. Homan, Christian Evans e Lee Estay para ver se eles se importariam em prestar essa última homenagem a um herói. Cada um deles deu um claro ‘sim’.

“Eles souberam do sacrifício que o Sr. Hunter fez e isso os tocou”, disse o Bankston, de acordo com a Shared.com.

No dia do funeral, os seis adolescentes chegaram em seu uniforme de jogo para carregar o corpo de Hunter.

Eles deram a Hunter a despedida que merecia.

O representante do governo dos EUA Ralph Abraham elogiou os jovens por sua ação, dizendo: “Eles não conheciam esse homem, mas sabiam que todo veterano merece morrer com dignidade e ser honrado pelos sacrifícios que fez em defesa desta nação”. “Acho que as ações desses jovens falam muito sobre o que é realmente importante – país, comunidade, família, Deus”.

Que história reconfortante. Nenhum veterano deve ser esquecido pelos sacrifícios que fez. De certo modo, ser reverenciado por uma nova geração é apropriado e certamente bem merecido.

Compartilhe esta história para homenagear os veteranos em todos os lugares e honrar esses jovens!