Bebê de 2 anos vence um câncer grave depois de passar por 15 meses de batalha

De acordo com o famoso hospital americano Mayo Clinic, o neuroblastoma é um câncer que afeta crianças menores de cinco anos. Isso acontece porque eles têm “células nervosas imaturas” em que o câncer pode se desenvolver – pode aparecer em várias áreas do corpo, mas é mais frequentemente encontrado perto das glândulas supra-renais.

O tratamento tipicamente inclui cirurgia, quimioterapia, radiação, transplante de medula óssea ou imunoterapia. O tratamento depende do estágio do neuroblastoma. A taxa de sobrevida em 5 anos varia, mas normalmente é superior a 50%.

Mas não deixe essa estatística te enganar, o neuroblastoma é um câncer difícil de tratar, especialmente quando a criança já é diagnosticada no estágio 4.

Posted by Chelsea Hughes on Wednesday, 12 December 2018

Molly Hughes, de 21 meses, foi diagnosticada com neuroblastoma no estágio 4 em 2017. A mãe, Chelsea Hughes, disse à CNN que o câncer se espalhou por grande parte do corpo da filha.

Para combater a doença, Molly teve que enfrentar um tratamento intenso. Ao longo de 15 meses, a menina passou 130 dias no hospital, onde recebeu quimioterapia, transplante de células-tronco, cirurgia, radiação e imunoterapia.

Posted by Chelsea Hughes on Monday, 21 January 2019

“Estamos muito gratos por ela ter sido capaz de suportar todo esse tratamento”, disse Chelsea. “Foi difícil. Ela ficou muito, muito doente. Os tratamentos são tão duros ao seu corpo de um bebê”.

Chelsea também disse à CNN que um dos tratamentos de Molly causou perda de audição e agora a pquena de 21 meses precisa usar aparelhos auditivos.

Celebrating our little wonder woman’s last day of treatment!! Molly finishes her oral medicine tonight & that is the end…

Posted by Chelsea Hughes on Sunday, 10 March 2019

Depois de cinco rodadas exaustivas de quimioterapia, a mãe Chelsea recebeu um telefonema importante.

“Eu meio que caí no chão depois que desliguei o telefone e apenas abracei meu bebê por uns cinco minutos”, disse a mãe à WKBO.

A menina que tinha sofrido mais do que algumas pessoas terão que enfrentar em toda a sua vida foi informada de que ela estava em remissão. A família de Molly ficou exultante.

OH HAPPY DAY!!!! Molly has some BIG news to share!!! Her scans were clear & showed no evidence of disease!! (NED!!!)…

Posted by Chelsea Hughes on Friday, 22 March 2019

Para celebrar as boas notícias de Molly, a família planeja fazer uma viagem à praia. Durante o tratamento, era difícil para Molly tomar banho ou brincar na água, algo que ela adorava fazer, por causa do cateter intravenoso em seu peito.

Agora ela vai poder se molhar o quanto quiser.

 

Posted by Chelsea Hughes on Monday, 8 October 2018

Embora a família de Molly esteja extasiada com sua remissão, a mãe Chelsea compartilhou no Facebook que eles ainda precisam de orações.

“O neuroblastoma tem um alto risco de recaída, então ela começou um medicamento experimental que impede o câncer de voltar, e ela vai tomar este remédio por dois anos e fará exames a cada três meses”, disse ela à revista People. “Muitas pessoas têm dito que ela é ‘curada de câncer’, mas ela não está tecnicamente curada até depois de cinco anos, ela está em remissão e seus exames não mostraram evidência de doença.”

Estamos tão felizes que, depois de 15 meses, Molly foi declarada em remissão. Compartilhe este artigo com seus amigos e envie pensamentos positivos para que Molly permaneça em remissão.