Tweet about this on Twitter Pin on Pinterest Share on Facebook

Grávida tira fotos com enxame de abelhas na barriga: a seis dias do parto, tem uma revelação chocante

As abelhas são criaturas inteligentes e sociais, mesmo que muitas pessoas tenham medo de serem atacadas ou picadas por elas.

No entanto, para a apicultora Emily Mueller nunca houve nenhuma hesitação – ela adora essas pequenas criaturas e cuidava delas desde que seu pai lhe comprou uma colmeia de abelhas quando era criança.

Juntamente com o marido, Ryan, ela tocava o negócio familiar Mueller Honey Bee Removal.

Não demorou para que ela ficasse conhecida como “The Bee Whisperer”, ou a Encantadora de Abelhas.

Quando Emily Mueller ficou grávida, decidiu tirar fotos mostrando os dois tesouros da sua vida. Ela queria mostrar sua paixão pelas abelhas, além de compartilhar fotos de sua crescente barriga.

Infelizmente, Emily já tinha experimentado vários abortos espontâneos, mas desta vez a gravidez avançava sem percalços. Ela contratou o fotógrafo Kendrah Damis para tirar algumas belas fotos do seu momento.

Emily fez até um enxame de abelhas a se juntar em volta da barriga.

E os resultados são deslumbrantes – tão lindos quanto cheios de sentimentos!

As imagens incomuns se espalharam rapidamente pelas mídias sociais, e Emily tornou-se uma celebridade da noite para o dia.

Ela estava na grama em seu vestido branco, radiante e feliz.

Tudo nas fotos parece impecável e completamente normal, com exceção das 20 mil abelhas que pululam sobre sua barriga.

Emily certificou-se de que as abelhas haviam sido alimentadas antes da sessão, de modo que estivessem menos propensas a picá-la.

Para trazer as abelhas em sua direção, Emily segurou a abelha-rainha em um recipiente na mão.

Ela consultou o médico antes das fotos para se certificar de que não havia risco para o bebê.

Notícias devastadoras

Quando a sessão terminou, Emily e Ryan começaram a se preparar para a chegada do pequeno.

Mas em novembro deste ano, Emily teve algumas notícias devastadoras que quebraram o coração de todos. Infelizmente, ela sofreu outro aborto espontâneo.

“Jesus decidiu que precisava de seu próprio apicultor e levou nosso precioso filho, Emersyn Jacob, de volta ao céu com ele”, escreveu Emily em uma publicação no Facebook.

Na quinta-feira, antes do trágico incidente, Emily estava ocupada cuidando de seus outros três filhos.

Então sentiu contracções muito piores do que as que experimentou com os outros filhos. Ela também notou que a criança estava se movendo muito menos do que costumava fazer.

“Cerca de 2h30 da manhã eu acordei e estava completamente incomodado com a falta dos cotovelos e joelhos que eu sentia”, diz Emily.

Aterrorizada, ela acordou Ryan e pediu-lhe para ajudá-la a ouvir os batimentos cardíacos do bebê.

“Concordamos que se não voltasse a sentir os chutes, que íamos pela manhã para o hospital”.

Muitas mulheres grávidas tendem a se sentir ansiosas durante a gravidez, não é nada incomum. Mas Emily não conseguiu se livrar dos seus pensamentos ruins.

Foram então até ao hospital, esperando que dissessem a ela e ao Ryan que era tudo era alarme falso.

“Eu realmente pensei que seríamos mandados para casa com um sorriso, dizendo-nos para esperar a chegada do nosso doce Emersyn em 6 dias”, diz Emily.

“Lembro cada detalhe”

Mas, quando a enfermeira lutou para encontrar um batimento cardíaco, Emily caiu em lágrimas.

De alguma forma, ela já conhecia as terríveis notícias que estava prestes a receber. A enfermeira não conseguiu encontrar batimentos cardíacos e chamou o médico.

“Lembro-me de sua presença, de sua caminhada, da maneira como ele pegou o gel da mão da enfermeira, o ultra-som. Cada detalhe desse momento vai ficar para sempre e não consigo parar de reproduzi-lo “, diz Emily.

Ainda não se sabe o que causou o aborto espontâneo.

Quando Emily deu à luz a seu pequeno anjo, não havia nada que pudessem fazer por ele. O menino era lindo quando veio ao mundo.

Dar à luz um nascido morto é um trauma que não é possível descrever em palavras. Ninguém deveria ter que passar por isso.

Mas havia uma pequena luz em toda a escuridão.

Graças às imagens únicas de Emily e das abelhas, a família não teve que sofrer sozinha. Milhares de pessoas enviaram seus desejos e desejos para a família, e suas mensagens ajudam a Emily a aliviar a dor.

Ela agora está compartilhando sua história para ajudar outras famílias que passaram por traumas semelhantes.

Nenhum de nós consegue passar pela vida sem dor. Mas a de perder uma criança é realmente inimaginável.

Estou em lágrimas lendo a história de Emily. Ela é incrivelmente forte para compartilhar sua experiência com o mundo. Nada pode trazer seu anjinho de volta, mas espero que sua história possa ajudar os outros que estão passando por algum momento difícil.

Por favor, compartilhe suas belas fotos e história, para prestar homenagem ao pequeno Emersyn que está agora no céu ❤️

Publicado pela Newsner. Por favor, curta.

 

Leia mais sobre...