John, infectado com herpes quando tinha 8 semanas de vida, “nunca vai crescer como o seu irmão mais velho”

Apenas algumas semanas depois que seu segundo filho nasceu, Thorsten percebeu que algo não estava bem.

Depois de ir ao hospital, ele recebeu uma mensagem que nenhum pai deveria ter que ouvir. Os médicos disseram que não podiam fazer nada e não sabiam quanto tempo seu filho viveria.

Thorsten ficou compreensivelmente devastado e decidiu espalhar o que aconteceu no Facebook para ensinar outros pais.

O que Thorsten escreveu:

“Na foto, você pode ver meu filho John.

À primeira vista, ele quase se parece como outro bebê qualquer, mas John, nos primeiros dois meses de vida, passou por mais do que eu em meus 34 anos.

Cerca de 14 dias após o nascimento, John começou a ficar inquieto, agitado e teve leves ataques de arrepios “.

“A parteira disse que isso foi causado pelo nascimento rápido e recomendou que fossemos ao médico no dia seguinte.

Aquela noite foi tão ruim, então nós fomos ao hospital.

Ele imediatamente foi para a maternidade e recebeu profilaxias, antibióticos e antivirais.

Após vários testes e quatro dias de espera, o diagnóstico veio: vírus herpes simplex.

John foi pego pelo vírus de herpes em algum lugar, e o vírus conseguiu percorrer a barreira hematoencefálica ainda não formada no cérebro, que ficou inflamada, e causou danos extensos “.

Posted by Thorsten Schulz on Sunday, 14 August 2016

Após cinco semanas de antivirais agressivos, EEGs, ultrassom e ressonância magnética, veio a difícil verdade:

  • Grandes partes do cérebro estão gravemente danificadas e destruídas.
  • John nunca crescerá como seu irmão mais velho.
  • A inflamação no cérebro parece continuar apesar do fato de o vírus ter sido destruído, e os médicos não podem fazer nada sobre isso.
  • John tem que lutar sozinho, e ninguém pode dizer se ele vai conseguir, ou se ele ainda tem anos, meses, semanas ou dias de vida.

Quase todo ser humano carrega o vírus de herpes, mas apenas algumas pessoas sofrem a sua manifestação.

Não queremos estigmatizar ninguém, só queremos lembrá-lo:

O vírus é potencialmente contagioso.

Fique longe de bebês. Nem olhe no carrinho de criança, você pode infectar a criança mesmo se você não está tendo um surto de manifestação do vírus.

Já é tarde para John.

Ele nunca mais será saudável novamente.

Não queremos condolências, queremos algo mais importante: leia este post com carinho e compartilhe.

O herpes atualmente é tido como um corolário irritante de uma vida estressante, os perigos são pouco conhecidos.

Se você se preocupa em preservar a vida de uma criança, salve-a.

Nós nunca saberemos, mas a dura trajetória de John teve um sentido.”

A encefalite herpes viral que afeta John é uma forma incomum de meningite que resulta da forma mais comum de vírus herpes, o vírus herpes simples.

Auf dem Bild seht ihr meinen Sohn John.Auf den ersten Blick wirkt er fast wie jeder andere Säugling, doch John hat in…

Posted by Thorsten Schulz on Monday, 9 May 2016

Ajude a espalhar a importante mensagem de Thorsten clicando no botão de compartilhar abaixo. Juntos podemos salvar vidas!

Publicado por Newsner. Por favor, curta.