Tweet about this on Twitter Pin on Pinterest Share on Facebook

Cachorro é amarrado a uma pilha de lixo, abandonado à sorte e deixado para morrer

Sua cara estava inchada e ensanguentada por conta de maus tratos, ele estava faminto, amarrado e completamente sozinho.

Isso destrói meu coração. Algumas pessoas nunca deveriam ser autorizadas a chegarem perto de animais!

Charlie, o cão, foi amarrado a uma pilha de lixo, cercado de restos e cheio de dor. Ele não tinha escolha a não ser ficar sentado e esperar até alguém o encontrar.

Quando duas almas gentis finalmente captaram os sinais de Charlie, correram com ele para o Philadelphia Animal Hospital. Quando os veterinários o examinaram, descobriram algo que nunca tinham visto antes.

“Nós levantamos suas bochechas, e o interior delas e seus lábios estavam inteiramente infestados de larvas”, explica Adria Rebbecchi, diretora de comunicações do hospital de animais, para The Dodo.

Quando eles descobriram o quão grave era a situação, sabiam que não tinham tempo a perder. Os donos do hospital de animais decidiram cobrir os custos de qualquer tratamento que Charlie precisasse.

Os veterinários imediatamente deram um sedativo a Charlie e o levaram à sala de operações. Mas por conta de o tecido de sua cara estar bastante danificado, eles foram forçados a remover grandes partes dele. Charlie passou por uma cirurgia por semana para que seu lábio pudesse curar e começar a crescer de volta.

As feridas de Charlie faziam ele ter dificuldade para comer, mas os veterinários alimentaram-no com várias pequenas porções por dia, então ele pode lentamente recuperar sua força.

Lentamente, mas com segurança, ele se tornou saudável e forte novamente – e apesar de toda a dor que sofreu, ele tinha muito amor para dar.

 “Ele deixou as pessoas que o encontraram caminharem até ele e pegá-lo, então nós assumimos que ele era um doce. Desde então, ele sempre estava feliz por estar com as pessoas e não parava de beijar e tentar brincar. Dada a sua condição, ele estava muito confortável em torno das pessoas “, diz Adria.

Natalie Barber logo tornou-se uma das pessoas favoritas de Charlie no hospital. Ela trabalha para o City of Elderly Love (COEL), e é especialista no cuidado de animais idosos. Quando chegou a hora de encontrar uma nova mãe adotiva para Charlie, Natalie não pensou duas vezes.

“A família tem outro cachorro e ele está amando ter companhia. Ele também está bastante ocupado com o filho da mãe adotiva, Lucas “, diz Adria.

Por Charlie ser microchipado, há uma investigação em curso para descobrir quem era o dono anterior de Charlie e como ele terminou sofrendo um tratamento tão ruim.

Felizmente, Charlie agora está melhorando. Mas coisas como essa nunca deveriam acontecer! Curta e compartilhe esta história para louvar Charlie e as pessoas que o salvaram. <3

Publicado pela Bíblia dos Animais. Por favor, curta.