Tweet about this on Twitter Pin on Pinterest Share on Facebook

Cervo vai até uma família para pedir ajuda – quando eles finalmente entendem o motivo, chamam a polícia

Eu sempre fico fascinado quando posso ficar próximo a animais selvagens. Às vezes tenho sorte suficiente para ver um alce ou outro animal selvagem de perto, e então é o caso de ficar o mais quieto possível para que eles não se assustem.

Para o agente de polícia Kevin Zieschang e o cervo “Uncle Buck”, no Texas, entretanto, a história foi diferente — Buck não teve medo de humanos. Ele caminhou diretamente para pedir ajuda.

Tudo começou quando Buck decidiu visitar o gramado de uma casa no Texas. Ele ficou na varanda e olhou pela janela. Inicialmente, as pessoas que vivem na casa ficaram surpresas – então elas viram que ele precisava de ajuda. Algo estava preso em seu chifre e ele parecia ter procurado os humanos propositalmente para pedir por socorro.

Eles não sabiam como poderiam se aproximar do cervo, então pediram a ajuda da polícia.

O agente Kevin Zieschang veio até a casa e ajudou Buck a remover a sucata presa em seu chifre. Mas quando eles terminaram, Buck continuou parado no jardim.

Kevin tentou assustá-lo para que ele voltasse para a floresta, mas Buck não achava que os humanos eram perigosos. No final, ele caminhou lentamente para a floresta e desapareceu, agradecido por aquela sucata não estar mais presa em seu chifre.

De volta à casa

Dois dias depois, uma emissora local quis fazer uma reportagem a respeito do que tinha acontecido, e Kevin voltou à casa onde ele ajudou Buck. E então algo inesperado aconteceu.

Era como se o cervo entendesse que estavam falando sobre ele — porque, no meio da entrevista, ele caminhou para fora da floresta e foi diretamente cumprimentar Kevin. Parecia que ele queria dizer “Obrigado” mais uma vez!

O calmo cervo caminhou feliz entre o policial e a equipe de filmagem. Ele gosta de receber carinho na cabeça e parecia curtir toda a atenção recebida. Ninguém conseguia entender como ele era tão domesticado.

Perigosamente domesticado

Apesar de ser adorável ter um tímido cervo numa área residencial, tanto o policial quanto os moradores sabiam que algo ali não era exatamente bom.

Era óbvio que Buck era muito manso e isso podia ser prejudicial a ele. Ele não tinha medo de seres humanos e vagava por casas onde ele podia vir a se machucar. A polícia já o levou a um santuário de animais para que ele possa passear em um ambiente seguro.

Que maravilhoso Buck querer cumprimentar o policial! Às vezes eu não posso acreditar em como os animais são inteligentes — Buck sabia exatamente onde ir para procurar ajuda.

Você pode assistir Buck dizendo “olá” a todos os seus amigos no clipe abaixo:

Essa história deixou você feliz da mesma forma que a mim? Então tenha certeza de compartilhar com todos os seus amigos!

Publicado por The Animal Bible. Por favor, curta.