Mulher passa por bola peluda na beira da estrada — quando nota um movimento, decide olhar mais de perto

Foi quando Raelene Prieb estava a caminho de casa que viu algo incomum que não conseguiu identificar num primeiro momento.

Na semana passada, ela estava voltando para casa do trabalho em Saskatchewan, no Canadá, quando viu o que parecia ser uma bola de pelo na neve à beira da estrada. Ela parou para investigar mais e fez uma descoberta surpreendente: era um porco-espinho faminto lutando para sobreviver na neve, segundo o The Dodo.

Sabendo que o animal estava com problemas, Raelene decidiu agir.

Agora, suas ações estão se espalhando como fogo na internet.

Eu nunca vi um na vida real, mas o Canadá possui uma raça conhecida como porco-espinho norte-americano. Eles podem ser comumente encontrados nas florestas do sul do país, bem como no norte e oeste dos EUA e norte do México. Muitas vezes vivem em árvores, comendo galhos, raízes, caules e bagas, entre outras formas de vegetação.

Quando Raelene se aproximou do porco-espinho, percebeu que estava preso de costas na neve profunda. Ela podia ver como ele estava lutando e disse ao The Dodo que precisava ajudar uma vez que ele ele não conseguia corrigir sua posição e andar normalmente.

Eventualmente, chegou à conclusão de que o animal não seria capaz de fazer isso sozinho, então ela decidiu ajudar.

Ela pegou uma pequena pá e se aproximou do porco-espinho com cautela. Com a ajuda da ferramenta, ela foi capaz de virar o animal para que ele estivesse de volta a posição original.

Então, foi para a próxima parte, que teria sido decididamente mais difícil para o porco-espinho sem a ajuda dela. O animal queria atravessar a neve e voltar para a floresta. No entanto, havia muita neve e ele não conseguia, apesar das repetidas tentativas.

Novamente com a ajuda da pá, Raelene foi capaz de abrir caminho para o bichinho, e ele finalmente voltou a ficar entre as árvores novamente.

A filmagem de Raelene foi vista mais de cinco milhões de vezes na internet até o momento em que escrevo, com dezenas de milhares de pessoas prestando homenagem ao seu ato simples, mas vital.

Você pode ver o resgate no vídeo abaixo. Compartilhe este artigo se você acha importante que todos nós sejamos gentis a cada dia, mesmo que o que estamos fazendo não pareça ser uma grande diferença. É sempre bom ajudar os outros.