Família confronta cuidadora que bate e maltrata mãe que sofre de demência

Trabalhar como cuidador é um chamado.

O trabalho exige paciência, respeito e muita criatividade – especialmente se você está cuidando de um paciente que sofre de demência.

Mas como em todos os setores, infelizmente há pessoas nesse trabalho que não são aptas a isso, e é especialmente trágico quando um cuidador negligencia seus deveres – afinal, está sendo confiada a você a vida de outra pessoa.

A família Marsden suspeitou que a cuidadora não era uma pessoa confiável. Além de outras coisas, Gina pensou que a cuidadora era preguiçosa e não estava fazendo o suficiente, relata o Yahoo News.

Mas quando ela colocou uma câmera escondida, descobriu que a situação era pior do que ela tinha suspeitado.

O que ela viu no vídeo, que estava sendo transmitido ao vivo para o seu telefone, fez com que ela saísse do trabalho para intervir.

“Deus, você fede!”

A cuidadora Stacey George, 46, foi filmada batendo em Sabina Marsden, 78.

“Deus, você cheira mal”, diz a cuidadora quando arranca um cobertor dos joelhos da mulher, deixando Sabina meio nua e soluçando.

A vovó e a viúva de origem italiana pode ser ouvida murmurando “Mamma Mia” enquanto a cuidadora a atinge 5 vezes.

A filha de Sabina Marsden, Gina Owen, viu o ataque chocante em tempo real, depois de configurar uma câmera que enviou o vídeo ao vivo para o seu telefone.

A filha Gina, de 46 anos, trabalha em uma loja de eletrônicos nas proximidades e correu do trabalho para casa para intervir. A câmera a filma entrando na sala e consolando sua mãe soluçando.

Gina confronta a cuidadora e diz a ela para sair da casa. A cuidadora come casualmente o resto do seu lanche antes de pegar a bolsa e sair da sala.

A família entregou a fita para a polícia, mas a cuidadora foi liberada com um aviso depois de admitir atacar a Sra. Marsden no dia 13 de junho do ano passado.

É por isso que a família Marsden levou o vídeo a público. Eles querem alertar outras famílias caso Stacey George ainda esteja trabalhando como cuidadora na Grã-Bretanha ou em outros lugares da Europa.

Fico feliz que eles estejam tornando isso público – uma pessoa como esta não tem nenhuma condição de estar trabalhando na indústria de cuidados!

Eu sei que, de fato, muitas pessoas trabalham incansavelmente no setor de cuidados para oferecer o melhor cuidado possível aos nossos familiares vulneráveis. Eles raramente recebem reconhecimento, mas o que seríamos sem eles?

Mas também há pessoas que nunca devem ter permissão para colocar os pés em uma casa de cuidados, e espero que a mulher desprezível por trás desse ataque acabe por trás das barras por um longo tempo. Um aviso não é suficiente para alguém que se comporta assim – compartilhe se você concorda!

Publicado por Newsner. Por favor, curta.